Classificação do Arquivo Eleitoral do TRE-PB em Mesa Redonda

O evento é parte da Semana do Arquivista coordenado pelo Fórum Nacional das Associações de Arquivistas, no período de 18 a 22 de outubro de 2021

#ParaTodosVerem: Banner da Mesa Redonda “Classificação do Arquivo Eleitoral do Tribunal Regional...

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) participará da Semana do Arquivista, evento coordenado pelo Fórum Nacional das Associações de Arquivistas, no período de 18 a 22 de outubro de 2021. Na Paraíba, o evento reúne as instituições: Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Associação dos Arquivistas da Paraíba (AAPB), Grupo de Estudos Arquivísticos (GEArq), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Fundação Casa de José Américo (FCJA) e Arquivo Público do Estado da Paraíba (APEPB).

A Mesa Redonda do TRE-PB ocorrerá, na próxima quarta-feira (20), às 10h, Dia do Arquivista, marcando o lançamento do Plano Geral de Classificação e Destinação de Dados, Informações e Documentos do TRE-PB (https://www.youtube.com/watch?v=E4osH-QwxI4), em Live com as debatedoras: Maria Lúcia Soares Marques (Servidora aposentada do TRE-PB), Laura Helena Baracuhy Amorim e Irene Rodrigues da Silva Fernandes, ambas Historiadoras, Mestras e Consultoras do projeto de implantação da Gestão documental do TRE-PB, de 1999 a 2005. A mediação será feita por Gabriela Almeida Garcia, Arquivista e Coordenadora Técnica da publicação Plano Geral de Classificação e Destinação de Dados, Informações e Documentos do TRE-PB - 2ª edição.

O Plano Geral de Classificação e Destinação de Dados, Informações e Documentos do TRE-PB – 2ª edição, tem apresentação da diretora-geral da secretaria do TRE-PB, Alexandra Maria Soares Cordeiro, recapitulando fatos: “No início dos anos 2000, realizou-se um Projeto Arquivístico de iniciativa da Servidora Maria Lúcia Soares Marques, quando foi firmado convênio com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com atuação das Especialistas Laura Helena Baracuhy Amorim, Irene Rodrigues da Silva Fernandes, Gloriete Pimentel Rodrigues e Zeluiza da Silva Formiga Brandão, as quais empreenderam ações de organização e de preservação do acervo documental, tendo ainda como resultado a publicação da primeira edição do Plano Geral de Classificação e Destinação de Documentos, em 2005. O resultado foi considerado pioneiro e singular, guardando, ainda hoje, atualidade técnica e metodológica.”

Para Gabriela Almeida Garcia, este novo Plano Geral apresenta inserções e adaptações aos novos formatos e sistemas informatizados de registros documentais, onde estão reunidos os seguintes instrumentos de gestão arquivística: Lista de Documentos Vitais, Plano de Classificação de Documentos, Tabela de Temporalidade de Documentos e Índice Remissivo. (Disponível em: https://www.tre-pb.jus.br/transparencia-e-prestacao-de-contas/gestao-documental/arquivos/tre-pb-plano-geral-de-classificacao-e-destinacao-de-dados-2021/rybena_pdf?file=https://www.tre-pb.jus.br/transparencia-e-prestacao-de-contas/gestao-documental/arquivos/tre-pb-plano-geral-de-classificacao-e-destinacao-de-dados-2021/at_download/file).

A elaboração do Plano Geral foi empreendida no âmbito da Seção de Documentação (SEDOC), da Coordenadoria de Gestão da Informação (CGI) e da Secretaria Judiciária e da Informação (SJI), com a cooperação dos Membros da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos (CPAD) e do Núcleo de Gestão Documental (NGD).

 

/com informações da SEDOC/

 

Últimas notícias postadas

Recentes