TCU fiscaliza implementação dos dispositivos da LGPD

Um dos objetivos é elaborar diagnóstico acerca dos controles implementados por organizações públicas federais para adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

#PraTodosVerem: Na fotografia aparece o Edifício-sede do Tribunal de Contas da União.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) recebeu nessa terça-feira (18), ofício do Tribunal de Contas da União, por meio do Sistema CONECTA, comunicando fiscalização, do tipo Auditoria de Conformidade, na forma do art. 239 do seu Regimento Interno (RITCU).

Os objetivos da fiscalização são elaborar diagnóstico acerca dos controles implementados por organizações públicas federais para adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), e induzir tais organizações a conduzirem iniciativas para providenciar o pleno cumprimento da Lei 13.709/2018.

A Lei 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD) entrou em vigor em agosto de 2020 e, um ano depois, o Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que 76,7% das organizações públicas federais permaneciam nos graus inexpressivo ou inicial de adequação àquela lei (TC 039.606/2020-1; Acórdão 1.384/2022-TCU-Plenário, relator Ministro Augusto Nardes).

O TCU destaca ser o momento oportuno para a realização de nova ação de controle, com vistas a verificar a evolução do cumprimento da legislação pelos órgãos e entidades da Administração Pública. De acordo com previsão incluída na Ação 29 do Plano Anual de Trabalho (PAT) 2024 da Rede Integrar, essa nova fiscalização será realizada em parceria com alguns Tribunais de Contas Estaduais (TCEs), de modo a ampliar o escopo da avaliação para incluir, além das organizações federais, também um conjunto de organizações públicas estaduais e municipais. No total, tribunais de nove estados da federação aderiram à fiscalização (TCE-AM, TCE-BA, TCE-CE, TCE-PA, TCE-PE, TCE-PR, TCE-RJ, TCE-RN e TCE-SC), que está sob a relatoria do Ministro Walton Alencar.

O método utilizado é denominado autoavaliação de controles internos (do inglês Control Self-Assessment – CSA), no qual disponibiliza-se um questionário para que os gestores preencham as respostas que melhor reflitam a situação atual das respectivas organizações com relação à implementação de medidas para assegurar a conformidade com a LGPD, anexando-se as evidências correspondentes. Cada organização federal, estadual e municipal fiscalizada receberá um link e uma chave de acesso única para responder o questionário online, que ficará disponível até as 23h59 do dia 12/7/2024 (sexta-feira). Após o preenchimento do questionário, os auditores do TCU e dos TCEs analisarão qualitativamente as evidências fornecidas e elaborarão relatórios de feedback, os quais serão, futuramente, encaminhados às organizações auditadas.

Espera-se que esta fiscalização sirva para conscientizar e orientar gestores e unidades de auditoria interna de diferentes níveis federativos na condução de iniciativas para que seus órgãos e entidades se adequem à legislação, bem como para disponibilizar, aos auditores dos TCEs participantes, sistemática e ferramentas para que estes possam continuar avaliando seus jurisdicionados ao longo dos próximos anos. A partir dos resultados levantados junto às organizações fiscalizadas, planeja-se, também, construir um painel nacional de implementação da LGPD.

Eventuais dúvidas acerca desta fiscalização ou do respectivo questionário podem ser enviadas à equipe de auditoria pelo e-mail: auditoria.lgpd@tcu.gov.br.


/com_informações_do_TCU/
/rafaelkoehler/ascom/tre-pb/

 


 

Redes Sociais oficiais do TRE-PB

 

Confira nosso canal no Youtube

Curta nossa página no Facebook

Siga nosso Instagram

Siga nosso X

Siga nosso TikTok

Ouça nossos podcasts no Soundcloud

Ouça nossos podcasts no Spotify

ícone mapa

Sede: Av. Princesa Isabel, 201- Tambiá - CEP 58020-528 - João Pessoa/PB

Tel: (83) 3512-1200, Fax: (83) 3512-1448
Balcão Virtual (atendimento apenas durante o horário de atendimento ao público).

Ícone horário de funcionamento dos protocolos

Missão do TRE-PB: "Garantir a legitimidade do processo eleitoral"
Horário de funcionamento: de segunda a quinta das 12h às 19h; sexta de 7h às 14h.

Acesso rápido