TRE-PB capacita segunda turma para operacionalização do Processo Judicial Eletrônico (Pje)

O sistema PJe é um projeto capitaneado pelo Tribunal Superior Eleitoral e está sendo implantado em todas Zonas Eleitorais do país

Servidores lotados em Cartórios Eleitorais da Paraíba, sentados a frente de computadores, participando de capacitação na sede do Tribunal Regional da Paraíba.

Na última segunda-feira (2), o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por meio da Secretaria Judiciária e da Informação (SJI), deu início à capacitação da segunda turma de servidores lotados em cartórios eleitorais para operacionalização do Processo Judicial Eletrônico (PJe), com treinamento presencial.

O evento ocorre na sala de treinamento do 5º andar do edifício-sede do tribunal e terá duração de três dias, se estendendo até a próxima quarta-feira (4). A metodologia da capacitação se dá com a exposição do sistema por instrutores e realização de tarefas pelos capacitandos, de acordo com roteiro de trabalho apresentado.

O sistema PJe é um projeto capitaneado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e está sendo implantado em todas Zonas Eleitorais do país, desde o dia 20 de agosto até o mês de dezembro de 2019, e tem por objetivo atingir a totalidade de 100% das zonas até o final deste ano. O PJe se tornará realidade na 1ª Instância da Justiça Eleitoral, gradativamente de agosto a outubro deste ano, conforme calendário definido pelo TSE. Na Paraíba, ficou definido que os servidores da Justiça Eleitoral da capital seriam capacitados no mês de agosto, os servidores da região de Campina Grande em setembro e das outras zonas em Outubro.

“Este curso é de fundamental importância, pois além da capacitação do servidor no manuseio adequado da ferramenta, sendo uma quebra de paradigma com o sistema de autos processuais físicos, impressos, como eram até os dias atuais nas Zonas Eleitorais, realidade esta que já não vivemos no âmbito do TRE-PB desde 2016, também esta envolvida nesta capacitação, toda uma sensibilização com a resistência natural dos servidores em absorver a nova rotina que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vem implementando em todo país, para conferir uma maior celeridade e transparência com a principal atividade do Poder Judiciário brasileiro, que é a entrega do resultado final com o julgamento dos processos judiciais”, ressaltou Helder Silva Barbosa, secretário Judiciário e da Informação.

Estão previstas mais duas turmas para receber a capacitação, sendo a terceira nos dias 9, 10 e 11 de setembro, e a quarta nos dias 16 e 17 de setembro de 2019.



Processo Judicial Eletrônico (Pje)

O PJe é um sistema que permite a tramitação de processos exclusivamente por via eletrônica, tornando a prestação jurisdicional mais ágil, eficiente, econômica e sustentável. A plataforma vem sendo implantada gradualmente na Justiça Eleitoral desde 2015, quando começou a ser utilizada inicialmente para a tramitação de algumas classes processuais originárias do TSE. Aos poucos, mais classes foram sendo incluídas, na medida em que o sistema passou a ser utilizado também pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Últimas notícias postadas

Recentes