TSE registra ineditismo em iniciativa do TRE-PB

“A iniciativa do TRE-PB, de elaboração dos Instrumentos Arquivísticos com base a cadeia de valor, é inédita na Justiça Eleitoral”, afirma Comissão Permanente de Instrumentos Arquivísticos do TSE

TSE registra ineditismo em iniciativa do TRE-PB

Ao final da sessão ordinária do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desta segunda-feira (20) o juiz membro Márcio Maranhão Brasilino da Silva fez pronunciamento à Corte Eleitoral quanto à realização de reunião da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, para apresentação de projeto de reemplantação da Gestão Documental do TRE-PB e apresentação do Plano Geral de Classificação e Destinação de Dados, Informações e Documentos do Tribunal ajustados conforme recomendação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); entre essas ações há a confecção de manual para auxiliar todas as Zonas Eleitorais.

O juiz Márcio Maranhão destacou um trecho de um parecer da Comissão Permanente de Instrumentos Arquivísticos do TSE: “A iniciativa do TRE-PB, de elaboração dos Instrumentos Arquivísticos com base na cadeia de valor, é inédita na Justiça Eleitoral”.

Em seguida, parabenizou a todos os servidores do Tribunal, em especial aos da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, considerando o trabalho que está sendo desenvolvido de maneira inédita: “Que servirá de manual, de paradigma para os outros tribunais, para que se consiga fomentar uma melhor avaliação de documentos”, asseverou.

 

 

/alexandredias/

Últimas notícias postadas

Recentes